Olá,

O que eu tenho para lhe falar hoje, você não verá em nenhum outro lugar.

Nos próximos minutos você terá acesso a informações valiosíssimas. Algo nunca feito, de maneira tão simples e objetiva, para o concurso da Receita Federal.

Se você sonha em ser um Auditor Fiscal, eu recomendo fortemente que você invista alguns minutos ouvindo o que tenho para lhe falar. Eu tenho certeza que você não se arrependerá!

Ao final deste vídeo, você saberá exatamente como sair do absoluto zero e se preparar, em alto nível, para ingressar em um dos cargos de mais prestígios do país: o cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal.

O que eu vou dizer, vai lhe deixar bem perto desse cargo que paga mais de 21 mil reais mensais e que promete centenas de vagas no próximo concurso, que não está nem tão perto, a ponto de inviabilizar a sua aprovação, nem tão longe, a ponto de você se preparar e se desmotivar, porque a prova nunca chega.

O último concurso da Receita Federal foi em 2014 e, com mais de 22.693 cargos vagos, o fisco federal precisa urgentemente realizar um novo concurso.

É claro que todas essas vagas não serão preenchidas de uma única vez. Mas para você ter uma ideia do que vem pela frente, o pedido que a Receita Federal fez para o Ministério da Economia foi de incríveis 3.360 vagas.

A julgar pelos históricos de pedidos e autorizações, dificilmente, um quantitativo de vagas deste nível será autorizado. Entretanto, espera-se que sejam oferecidas, pelo menos 500 vagas para o cargo de Auditor e um número ainda maior para o cargo de Analista, que também é uma excelente carreira. 

Considerando que a Receita costuma convocar o dobro do número das vagas iniciais, talvez essa seja a melhor oportunidade que você terá nos próximos anos para alcançar uma remuneração agressiva, aliada a, tão sonhada, estabilidade que o serviço público proporciona.

Mas por falar em último concurso, dos 278 Auditores aprovados em 2014, 183 estudaram com pelo nosso material.

Isso sem mencionar que o 1o colocado do concurso de 2012, o Thomas Jorgensen, também foi nosso aluno, 

Já deu para perceber que de Receita Federal a gente entende.

Nós analisamos a trajetória de cada um dos aprovados e chegamos a conclusão de que existem alguns passos essenciais, que são negligenciados por uma quantidade enorme de alunos, e que levam esses alunos ao fracasso.

Você não conseguirá sair do absoluto zero e se colocar em um estado de prontidão para ser aprovado, se você pecar nesses passos. 

E é isso que eu quero dividir com você nos próximos breves minutos deste vídeo 

A primeira coisa é não se abalar psicologicamente com o número de inscritos no concurso. 

Isso pode minar a sua autoconfiança, fazendo com que você acredite que você é incapaz de conquistar uma vaga.

E um candidato com uma baixa autoestima está fadado a fracassar. Não é simplesmente um papo de auto ajuda. Os especialistas afirmam que o estado mental das pessoas, enquanto estão realizando uma atividade está diretamente relacionado com o resultado dessas atividades.

Isso significa que se você estiver desacreditado todas as vezes em que você for estudar, certamente, o seu nível de retenção será menor e isso, ao longo do tempo, poderá minar o seu processo de estudos.

Então, para acabar, de uma vez, com essa sensação de que a concorrência é muito grande e que você não conseguirá conquistar uma vaga, eu gostaria de lhe falar um segredo que a maioria dos alunos não sabem.

Há um abismo gigantesco entre INSCRITOS e CONCORRENTES.

“Candidato inscrito” é simplesmente aquele cara que se inscreveu no concurso, absolutamente nada além disso. 

Concorrente é aquele que, de fato, se prepara e que chega na prova em condições de ser aprovado.

Às vezes, o número de candidatos preparados é tão baixo que sequer as notas mínimas são atingidas a ponto de suprir as vagas oferecidas.

Se o concurso fosse um filme de Guerra, daqueles de Hollywood, os inscritos seriam os figurantes das batalhas, isto é, milhares de pessoas, já os candidatos, seriam os atores principais (normalmente, uma meia dúzia nesses filmes).

Então, fique tranquilo. O seu maior concorrente é você mesmo!

Mas não pense que há tempo de sobra também. É aquela velha história, né? Você pode ficar sempre esperando o momento ideal para começar ou você pode começar agora e estar preparado para agarrar a oportunidade quando ela surgir.

Saiba que cada dia que passa, com você inerte sem perseguir os seus sonhos, mais distante você vai ficando de realizá-los.

Outro fator muito relevante, e que muitos negligenciam é que estudar para concursos é muito diferente de qualquer outro tipo de estudo. Não tem nada a ver com o que você fez na faculdade, por exemplo.

Você já deve saber que há uma grande quantidade de matérias para estudar e, por isso, o concurseiro enfrenta o enorme desafio de memorizar muito conteúdo.

Estudar durante horas e horas e depois não lembrar pode ser desanimador, mas existem métodos que podem evitar esses famosos “brancos”.

Esse tipo de instrução a gente não recebe na escola nem na faculdade. Ninguém nos ensina a, de fato, estudar.

O primeiro conceito básico do estudo para concursos é que você não pode estudar as matérias, uma a uma, do começo ao fim. Se você fizer isso, quando estiver na segunda ou terceira disciplina, não lembrará o que você estudou na primeira.

Por isso, o seu estudo tem que ter dinamismo e repetição.

O dinamismo, você irá adquirir através do método de ciclos de estudos, uma prática que potencializa seus resultados, porque através dela, você intercala as matérias, como numa prova para concursos.

Olha, por questões de objetividade e propósito (senão esse texto ficaria demasiadamente longo), minha ideia aqui não é, nesse espaço, lhe passar como todas as orientações que deverão ser implementadas, mas apenas lhe mostrar as condições sine qua non para que você obtenha a sua aprovação, tá legal?

 

Então, estudar por ciclo de estudos é uma delas. 

Já para reter os mais diversos assuntos estudados, você terá que revisar muito.

Para você ter uma ideia, até  40% do seu tempo de estudos pode ser utilizado para revisão. 

Caso contrário, você não lembrará de tudo, no dia da prova. É muita coisa. Acredite em mim. Sem revisão, você não lembrará.

Existem diversos métodos de revisão, e é muito importante que você siga um que for, comprovadamente, eficaz. 

Um método que eu gosto muito é o do 1, 7 e 30 dias. Isto é, tudo o que o aluno estuda, ele revisa no dia seguinte. Depois, na semana seguinte, ele revisa novamente. E, por fim, após 30 dias, ele faz uma nova revisão.

A partir daí, ele começará a reter os mais diversos assuntos.

Esse é um dos métodos que nós aplicamos com os alunos do coaching do Estratégia Concursos.

Bom, e depois de tudo isso, é hora de treinar. E treinar muito. É essencial conhecer o estilo da banca que irá te examinar. E para isso, nada melhor do que fazer exercícios. Muitos exercícios. 

É, no caso da Receita Federal, que ainda não tem banca definida, o que eu recomendo é você conhecer um pouco do estilo de cada uma das bancas que pode vir a ser a sua banca examinadora. No caso, eu olharia para a FCC, a FGV e para o CEBRASPE. 

Depois disso, quando a banca for definida, daí sim você foca somente nela. 

Como eu disse,  o propósito deste texto não é detalhar os mais diversos aspectos que irão conduzir você à aprovação, mas sim alertá-lo de que há aspectos que não podem, em hipótese alguma, serem desconsiderados.

São pontos em comum, que todos os candidatos aprovados sabiam e colocaram em prática.

Se você já entendeu o que eu quero lhe dizer, e gostaria de se aprofundar no que eu estou te falando, clique no botão abaixo, e dê uma olhada nos cursos e nas mais diversas ferramentas que nós oferecemos aos nossos alunos.

Quero conhecer mais

Outro passo fundamental é conhecer quem vai te examinar..

Acredite: as bancas organizadoras de concursos são preguiçosas!

Portanto, como eu já mencionei, uma vez definida a banca, conheça-a a fundo.

O CESPE/Cebraspe, por exemplo, que é uma banca muito renomada e que, como eu disse, inclusive, pode vir a ser a próxima banca examinadora da Receita Federal, segue um padrão de cobrança dos assuntos por muitos anos e, por vezes, até repete algumas estruturas de questões. 

Então, se você fizer um estudo acurado do histórico de provas da banca, você conseguirá identificar os assuntos que ela mais gosta de cobrar nos concursos da área fiscal. Assim, você poderá direcionar os seus esforços para o que realmente importa.

Afinal, lembre-se: quem consegue ser aprovado em concursos deste nível não é quem mais estuda, mas sim quem sabe, de fato, fazer a prova e acertar, logicamente, mais questões.

Em outras palavras, você não precisa estudar para saber tudo, como na faculdade, por exemplo. 

Você precisa estudar para se tornar um exímio “acertador de questões”. Entendeu?

Mas imagine só o trabalho que dá analisar diversas provas anteriores do Cebraspe para identificar um padrão entre elas. Haja tempo!

Para otimizar esse seu estudo, nossa equipe de professores montou uma verdadeira força-tarefa para analisar provas anteriores da Receita Federal e levantou dados estatísticos preciosíssimos para orientar os seus estudos.

Antes mesmo de começar, você saberá quais são os assuntos que precisa dominar obrigatoriamente.

Isso fará uma enorme diferença no seu processo de estudos.

Agora que você já sabe como iniciar o seu caminho de estudos para concursos com segurança e também já percebeu a importância de conhecer bem a banca examinadora, vamos a um outro aspecto que está relacionado ao controle e organização.

Como dizem especialistas de pesquisa e análises de dados, você não controla aquilo que você não mede. Portanto, se você quer saber como está o seu caminho rumo à aprovação, é essencial que você monitore a sua performance.

No mundo dos concursos, existem diversas ferramentas que podem auxiliar você nesse processo. Eu gosto de uma que funciona muito bem com os nossos alunos aqui do Estratégia Concursos, que é o nosso monitor de performance. É uma ferramenta simples, mas muito poderosa. Ela oferece recursos que irão, por exemplo, mostrar como está a sua performance, em relação aos demais alunos que, assim como você, querem se preparar em alto nível. Esse referencial é um excelente balizador para que você possa saber se está no caminho certo.

Afinal, o que você não quer, é descobrir isso somente no dia da prova!

Uma vez que um plano de estudo vencedor exige um desenvolvimento metódico, com uma divisão precisa da carga horária de cada disciplina, é muito comum o aluno se perder na execução.

Eu já vi muitos alunos bons quererem desistir de estudar porque sentiam que não estavam evoluindo nos estudos, quando na verdade, o que faltava para eles era um pouco de organização.

Dessa forma, uma ferramenta que ajude você nessa organização é essencial!

Uma outra ferramenta que nós temos e que ajuda – e muito – os alunos nessa execução, são as Trilhas Estratégicas .

As trilhas são verdadeiros caminhos, que irão conduzir o aluno ao longo de todo o processo de estudos, indicando o que ele deve estudar e quando ele deve fazer isso.

É claro que existem outras ferramentas que poderão ajudar você nisso, eu estou apenas usando a nossa trilha como exemplo, pois é um instrumento que eu vejo em ação aqui, no meu dia a dia e, eu posso atestar. Ele funciona.

Mas o meu ponto é alertar você de que, se você não se organizar, você vai se perder. São muitas disciplinas, muitos assuntos e, com o passar do tempo, fica difícil mesmo.

Bom, de nada adiantará você seguir todos esses passos, inclusive o da preparação, se você colocar em prática o seu plano com um material de baixa qualidade. Você precisa estudar por um material de resultado e é sobre isso que eu gostaria de falar a partir de agora.

Como eu já comentei, diferentemente dos estudos acadêmicos, o estudo para concursos exige um resultado bem específico (que é passar numa prova). Por isso, você precisa de um material que tenha uma abordagem específica também.

O mercado de cursos para concursos tá cheio de professor bom (tecnicamente falando), mas que não tem essa “pegada de concurseiro”. O cara pode ser um PHD no assunto, mas se ele não conhecer a fundo as bancas examinadoras, seus diferentes perfis, as famosas pegadinhas, e por aí vai…você corre um alto risco de estudar por anos com ele, mas não ser aprovado. 

Eu diria que você pode até escrever uma tese de doutorado depois do seu curso, mas não necessariamente vai conseguir a sua aprovação  

Outro erro clássico que vejo muitos alunos cometerem é estudar por um material desatualizado: “Ah, eu peguei o material do meu amigo que estava estudando para um concurso da Receita, há alguns anos, e tô estudando por ele”. 

Essa é a pior coisa que você pode fazer. Erro grave! Porque o conteúdo de estudos para concursos é dinâmico, as leis mudam, as normas mudam, novas jurisprudências são pacificadas, etc…

E o que você acha que as bancas examinadoras adoram cobrar nas provas? É claro que são os assuntos mais novos.

Logo, o cara que estuda por um material desatualizado corre um risco altíssimo de investir o tempo dele para chegar na hora da prova e errar as questões por detalhes que ele poderia muito bem acertar se não tivesse feito (desculpe a palavra) uma economia porca quando da escolha do seu material de estudos. É o barato que sai caro!

Bom, se você está seguro de que o seu material é de resultado e está atualizado, vá em frente e coloque em prática um bom plano de estudos, levando em conta esses passos que eu mostrei até agora.

Agora, se você não tem essa segurança de que possui o melhor material e as melhores ferramentas do mercado, então é importante prestar atenção no que eu tenho pra dizer, porque isso pode ajudar muito no seu projeto.

Nós somos a escola que, verdadeiramente, mais aprova candidatos em concursos públicos no país. Se você tem dúvidas, entre na nossa página na internet e verifique, você mesmo, os nossos resultados. 

O nosso material tem uma abordagem que leva em consideração a maneira como as bancas examinadoras cobram os mais diversos assuntos, para você não cair nas pegadinhas ou virar um mestre em uma matéria, sem conseguir a sua aprovação (aquilo que estávamos falando há pouco).

O nosso material 100% online oferece tudo o que você precisa para ser aprovado.

Para você ter uma ideia de como funcionam os nossos cursos, a espinha dorsal do nosso material são os nossos PDFs e as nossas vídeoaulas, que contêm todo o conteúdo programático cobrado no concurso da Receita Federal. 

Caso, ao longo dos seus estudos você tenha dúvidas, você posta no nosso fórum que o professor lhe responde, no máximo, em 48h!

Só esse material (os PDFs e as videoaulas) já aprovou milhares de candidatos. Mas além disso, a nossa plataforma também oferece ferramentas que podem fazer uma diferença significativa no projeto. 

Algumas delas eu já abordei ao longo desse texto.

Mas deixa eu lhe contar um pouco mais sobre outras delas. 

Uma ferramenta que eu gosto bastante são as Salas VIP. Nessas salas o aluno tem a oportunidade de conversar diretamente com um coach, que é um cara que, além de ser preparado para instruir e orientar os alunos, foi aprovado em um concurso de altíssimo nível. 

Fora isso a plataforma do Estratégia ainda oferece o maior Sistema de Questões do país (com mais de 2,5 milhões de questões); aulas em formato de áudio, que é o Estratégia Cast, e muitas outras ferramentas que aceleram o processo de aprendizado e encurtam o tempo até a aprovação.

Tudo isso você encontra na nossa Assinatura Premium que, além do material completo para a Receita Federal, conta também com mais de 15 mil cursos para concursos de diferentes áreas.

Dessa forma, você terá a garantia de que o seu material nunca estará defasado e, além disso, caso você decida mudar de objetivo de concurso, ou estudar para mais de um concurso ao mesmo tempo (como o concurso de um Fisco Estadual, por exemplo), você não precisa comprar um novo material.

Além da assinatura Premium, nós temos outros dois tipos de assinatura. Assim, você pode escolher o modelo que melhor se encaixa nos seus objetivos.

Se você ficou interessado, eu tenho uma boa notícia! 

Neste momento, nós estamos com excelentes condições de preços. Mas fique atento porque não podemos garantir que esses valores fiquem disponíveis por muito tempo. Ou seja, é possível que amanhã você acesse essa página e essas condições não estejam mais por aqui. 

Se você quiser conhecer as nossas assinaturas, clique no botão que está aqui embaixo.

Quero conhecer as assinaturas!

Bom, passar em concurso não é uma tarefa fácil. Você terá que se dedicar muito, mas, como eu disse, vale a pena. O esforço é desproporcional ao benefício que você irá colher.

Se você fizer a sua parte, há uma probabilidade altíssima de, já no ano que vem, você estar com a estabilidade do cargo público e um alto salário, dentro de uma das  instituições mais respeitadas do Brasil. 

Então não perca tempo e aproveite essas condições especiais porque como já falei, não sabemos até quando serão mantidas.

Lembrando que você pode usufruir da maior parte do nosso material por 30 dias sem compromisso! Nesse período, caso se arrependa por qualquer motivo, nós devolveremos 100% do seu investimento sem nenhuma burocracia. É uma garantia que oferecemos porque confiamos muito nos nossos professores e na qualidade dos nossos materiais.

Veja que não há motivos para você não testar o nosso material nesse momento. 

Você só tem a ganhar!

Bom, eu espero que você não deixe passar essa oportunidade de realizar o seu sonho de ser aprovado em um concurso público. 

Só depende de você!

Mãos à obra e bons estudos.

 Um abraço e até mais!